26 March, 2007

Poesia Muda.

Eu só desejei
me tornar algo bonito
pela minha poesia,
pela minha fala silenciosa

Eu só quis
sentir a chuva
caindo dentro de mim
limpando tudo que me tornei

Mas ainda escrevo
sobre aquele sonho
meu próprio paraíso,
eu que criei

Qualquer um que caminhar
pelo meu coração
nunca irá caminhar sozinho,
caminhe com a minha poesia

Agora eu escuto
de algum lugar,
este é o silêncio que nós
procuramos para renascer.

10 comments:

Leonardo Cron0 said...

pois eu a escutei alto e claro.

Line said...

eu sei q sou suspeita pra falar né, mas voce ta escrevendo cada vez melhor


*___*

Monsieur Coçard said...

comentário mudo
.................

abraços

Carol said...

Fiquei na dúvida se é Muda de mudança ou de ficar em silêncio...

LuccyInTheSky said...

Renascer... Dificl e doloroso mas inevitavel para uma vida bem vivida!
Esse mundo, paraiso de alguns, pesadelo de outros, eh o que nos manteem balanceados e vivos, na realidade dos dias de hoje! Diga oi pra poesia e diz que eu mandei um abraco! Bjaum proce! Lu

Diego H. Zimermann said...

Só nao esqueca que cada nascimento, inclusive, acredito eu, renascimento, comeca com gritos, sussuros e termina em choro.

Jô Beckman said...

Faz tempo que não vinha aqui...Estava com saudades das suas poesias...
abraço

Caroool said...

"este é o silêncio que nós
procuramos para renascer."


cada vez melhor dibao
;*

Alex Pinheiro said...

a sua poesia não se cala nem no título... eu me sinto horrível qdo faço algo que tenho pretenção de ser silencioso e se torna auto-falante... soprando a quatro dos ventos o que sentimos,,, (rs)... o silêncio concebe fantásticas invenções e pródigas conquistas... Curti o rolé por aqui...
Abraço e sensíveis invenções!

Rhenan said...

você tá evoluindo MUITO cara.
e isso é bom. =)
amei a poesia.