24 April, 2015

Adeus Beleza.

Estou chegando mais perto de algo que não sei o que é
estou pronto para ser livre do passado
deixar tudo e seguir em frente

Viajei por todos lugares
e o lugar mais solitário é onde você está
não sinto sua falta em tudo
de alguma forma, a dor de perder você me deixou fluir

Não preciso do seu amor
sou viciado em amor e quero outro

Eu vou continuar
e não vou sofrer ao agarrar a loucura do nascimento de uma nova era.

1 comment:

Diego Zimermann said...

Ajuda...mas me disseram que um poema só é um poema se não for pra ninguém ler;