25 February, 2007

Destruição, Delíro, Estrelas.

Lá no norte
muito longe de mim
entardece,
a noite caiu

Estrelas nascem
estrelas cintilam
estrelas explodem
pó estelar

Estrelas cadente
são como palavras
assim, estão caindo
ao meu redor, caindo

Dizendo coisas simples
mais simples
que o vento leva
história feita de poeira

Hoje que seja esta ou aquela
pouco importa
quero apenas
meu ultimo poema.

6 comments:

Line said...

eu gosto de tudo o q vc escreve x.x

queria ter a sua inspiraçao...
mas as palavras nao me vem >.<

mas eu vou conseguir!


=********

Leonardo Cron0 said...

opa opa, sinto uma influência conhecida nesse poema :D

Rhenan said...

grande poema. =D

e já tô coçando para voltar à ativa.
Entende de inglês?

Carol said...

Espero que não tenha falado sério do último poema =P~


Beijooos

Fê Probst said...

adoro seus poemas.
vc mesmo que os faz??

:**

mr. rhenan said...

olha lá no meu blog e me dê uma opinião.