19 June, 2007

Gaveta De Arquivo.

Nascida de uma válvula que vem das veias

Ela viu perder todos os dedos das mãos
ela não é uma exemplar carregadora de dedos
mas os dedos continuam caindo em sua mão

Ela não diz seus segredos para ninguém
pois segredos são vulneráveis
um belo dia eles vão embora e nunca mais voltam pra casa

Nascida num lugar onde laços de sangue são somente sangue

Ela acha que o amor é inconstante
começa com uma bifurcação
e termina perdido

Ela estava dormindo no lado perdido do amanhã
mas era bem melhor que dormir no lado perdido de hoje

Nascida num lugar... que lugar?

5 comments:

Monsieur Coçard said...

seus escritos têm ficado cada vez melhores! mas eu quero ver se você consegue fazer um cordel! :)

abraços

Leonardo Petersen said...

>.>
para de besteira felipe.

ninguem gosta do estilo que escreve, e o do outro parece sempre melhor. mas eh soh isso. soh `parece.

Gαbяiєlα . said...

Faz tempo que eu não vinha aqui...
mas é até melhor quando a gente demora a vir, porque encontra coisas maravilhosas quando volta, e essa surpresa é ótima...

Gosto do jeito que escreves...

Beejocas

alex pinheiro said...

olá guerreiro blognauta,,, Não identifiquei a conexão com a personagem, mas a adorei de paixão... rsrs,,, gostei das palavras e exposição da idéia...

Abraços e fortes invenções!

Barbara said...

show ;)