01 June, 2007

Gotas Do Luar.

Quando te conheci, naquele bar
perguntei sua preferência,
uma caminhada ou um cinema?
te contar os meus sonhos e uma xícara de café,
sonhos são de graça

Vendo as gotas do luar
somente continuo escutando seus sonhos
fico sozinho, tão distraído
andando a duas milhas do chão
me encontra na roleta?

Sonhe pelo menos um pouquinho,
sonhe ocupando um tempo vazio,
se distancie,
isso é verdadeiro ou é só fantasia?

Eu me encosto e vejo o tráfego fluir,
eu construiria um caminho de baunilha
só pra sonhar um pouquinho mais com você

Sonhar é de graça.

8 comments:

Júlim Oliveira said...

Gostei do poema!

ainda bem que sonhar é de graça

Monsieur Coçard said...

além de ser grátis, for free, e custo zero!
é a única diversão de pobre hoje em dia..

abraços

Rhenan said...

gostei muito!

=D

Menina Lunar said...

lindo texto!!
palmas... =]

Brenda Cortez said...

pra nossa felicidade sonhar é de graça e escolher com quem sonhar é tudo de bom hehe...

Tifon said...

Fantástico poema!
Muito romântico, hã?
Foi para alguém especial?
'Tou a brincar.

Xau

Rafael Velasquez said...

passando para comprimenta-lo!!!

Barbara said...

i loved *.*! Beijooo